A Sonho Encantado fez bonito em concurso da Unesco.

A Sonho Encantado fez bonito em concurso da Unesco.

 A Sonho Encantado participou e fez bonito no concurso “Iluminando os Ideais da Unesco”, do qual participaram todas as escolas do estado do Rio de Janeiro associadas à entidade da ONU. Duas de nossas alunas foram premiadas na categoria Produção Artística, com o tema “Cuidando da Mãe Terra: O Amanhã é Aqui e Agora”: Maria Clara R.S.G. Freitas, primeiro lugar em produção textual – ensino fundamental 1ª etapa e Thais Esteves Cavalcante, desenho na educação infantil – 3º lugar.

 

Mais importante do que qualquer premiação, está o espirito integrador do PEA – o Programa de Escolas Associadas, que reúne escolas do mundo todo com a finalidade de promover uma educação pela Paz.

O Programa de Escolas Associadas é quase tão antigo como a própria Unesco. Foi criado para estender os objetivos dessa organização mundial, no pós-guerra, ao campo da Educação. É um braço fundamental nesse trabalho, pois a Unesco parte de um conceito simples: a guerra nasce na mente dos homens, e é lá que deve ser combatida.
O PEA está presente em 130 países.

O objetivo fundamental do PEA é criar uma rede internacional de escolas que trabalhem pela idéia da cultura da paz. Por isso, o Programa consiste, basicamente, no estímulo a projetos ligados a um tema central, que é o Ano Internacional proposto pela Unesco, ou simplesmente dirigidos à ampliação da consciência de cidadania.

Não há investimentos de qualquer ordem, seja pela Unesco, seja pelas escolas associadas.
Toda escola associada recebe um certificado internacional de escola membro e tem o direito de utilizar a logomarca do PEA e do Ano Internacional em vigor. Pode receber também materiais eventual ou periodicamente produzidos pela Unesco e participar de concursos internacionais lançados com freqüência pela Unesco e outras instituições a ela ligadas. Por diversas vezes, alunos brasileiros foram convidados a viagens internacionais, em função dessas atividades.

O principal benefício, porém, é participar de uma comunidade que trabalha pelo mesmo objetivo, troca informações, compartilha projetos e ideais. Isso catalisa os esforços e repercute positivamente nas escolas, que podem ampliar o trabalho pela cultura da paz, em todas as suas formas.

A Sonho Encantado se orgulha de fazer parte do PEA no Rio de Janeiro, e se orgulha ainda mais de ter Maria Clara e Thais Esteves premiadas em mais esta atividade da UNESCO.

A reflexão sobre questões da atualidade, a produção de texto e a expressão artística, fazem parte da metodologia da Sonho Encantado, e se encontra em sintonia com as principais escolas do mundo, que introduzem, desde os anos inicias na escola, temas que ajudarão na formação da conscientização da cidadania.

Parabéns às meninas e aos seus orgulhosos familiares!

Fazer o bem faz bem!

Fazer o bem faz bem!

Presentes, boa comida e a presença de amigos, alegram e marcam o Natal de muitas famílias.
No entanto, outras têm poucos motivos para festejar…

Mas o Natal é muito mais do que troca de presentes e ceias saborosas. O Natal também é o tempo de pensar no próximo e ajudar quem precisa.

Gentileza e solidariedade são temas trabalhados pedagogicamente na Sonho Encantado, pois acreditamos que certos valores devem ser cultivados na infância,  para que possam frutificar durante toda a vida.

Durante o mês de dezembro, diversas instituições e estabelecimentos estão promovendo campanhas de arrecadação de brinquedos, alimentos e outros donativos para estimular a solidariedade.

Listamos a baixo alguns desses locais, e convocamos a todos os nossos amigos a se engajarem, dentro das possibilidades de cada um, nessa onda de solidariedade.

Fazer o bem faz bem, em qualquer idade!

 

Exército da Salvação
A instituição, fundada em 1865 e atuante no Brasil desde 1922, recebe ao longo de todo o ano doações na cidade do Rio de Janeiro. Este ano oferece uma campanha em que oferece uma caixa para ser colocada em condomínios e empresas.

Maiores informações estão disponíveis no site www.exercitodoacoes.org.br e telefone 4003-2299.

RioSul Shopping Center
Até o dia 20 de dezembro é possível doar brinquedos novos e usados que serão doados para instituições atendidas pela campanha ‘Criança Feliz, Natal Feliz’, do Viva Rio. Os presentes podem ser entregues no balcão de Informações no 1º piso.

O shopping fica na Rua Lauro Muller, 116, Botafogo. Tel: 2122-8070

Madureira Shopping
Até o dia 20 de dezembro é possível doar brinquedos novos e usados que serão doados para instituições atendidas pela campanha ‘Criança Feliz, Natal Feliz’, do Viva Rio. Os presentes podem ser entregues no balcão de Informações no 1º piso.

O shopping fica Estrada do Portela, 222, Madureira. Tel: 2488-1342

Família Felipe
O grupo está recebendo doações dos suplementos alimentares Sustagem ou Sustain para encaminhar para Amicca, Amigos da Infância com Câncer. Eles ainda aceitam instrumentos musicais que serão doados para a nova sala de música Casa do Menor São Miguel, que recebe crianças abandonadas e vítimas de maus tratos. Os donativos serão aceitos até o dia 4 de dezembro.

Grajaú. Rua Marechal Jofre, 166. Tel: 2576.1532. Tijuca. Rua Carvalho Alvim, 406, apt. 501. Tel: 7858-5067. Flamengo. Avenida Oswaldo Cruz, 81. Tel: 9637-9714. Leblon. Avenida Bartolomeu Mitre, 122, apt. 301. Tel: 9994.3101. Barra da Tijuca. Avenida Comandante Júlio de Moura, 560, apt. 202. Tel: 2577-5017.

BarraShopping
Os interessados podem doar brinquedos que serão encaminhadas para as crianças atendidas pela Ong Viva Rio. A urna está disponível, até o dia 20 de dezembro, no corredor da portaria C, próxima ao Concierge.

O shopping fica na Avenida das Américas, 4.666, Barra da Tijuca. Tel: 3089-1051.

Instituto Nacional do Câncer
O INCA recebe doações de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, através do programa INCA voluntário. Os itens de maior urgência são alimentos não perecíveis, leite em pó integral, além de itens para higiene pessoal. A ajuda dos doadores de sangue também é sempre necessária e pode ser feita na sede do hospital, na Praça da Cruz Vermelha.

Rua Washington Luiz, 35, Centro. Tel. 3207-4585.

Botafogo Praia Shopping
Em parceria com a ONG Viva Rio, até o dia 24 de dezembro, o shopping recebe doações de brinquedos novos que serão destinados às crianças da comunidade Santa Marta.

Praia de Botafogo, 400, Espaço Família, 4º piso, Botafogo.

Shopping Via Brasil
Até 15 de dezembro, o Shopping Via Brasil, em Irajá, realiza a campanha Papai Noel Solidário, que dará a todos a oportunidade de sentirem o que é ser Papai Noel por um dia: as pessoas poderão escolher cartas que várias crianças, entre 3 e 6 anos, escreveram para o Bom Velhinho com os pedidos de Natal. Os padrinhos podem ainda escrever uma carta para o afilhado e receber informações sobre a creche, caso queiram visitá-la. A ação acontece em parceria com as instituições Creche Pequenos Passos e Casa da Criança do Amarelinho, e tem como objetivo dar ao público a chance de transformar o Natal dessas crianças em um momento mais mágico e feliz. A entrega dos presentes ocorrerá a partir do dia 16 de dezembro.

Rua Itapera, 500, 1º piso, Irajá (em frente ao Trevo das Margaridas).

Shopping Tijuca
O shopping recebe as doações até o dia 24 de dezembro. As roupas e brinquedos arrecadados serão doados para Emilien Lacay, em Jacarepaguá, que atende idosos e crianças moradores das comunidades da Cidade de Deus, Rio das Pedras, Gardênia Azul e bairros adjacentes.. A instituição é parceira da ONG Cruzada do Menor. Além dos donativos coletados, a Casa irá receber artigos do Achados e Perdidos do shopping.

Avenida Maracanã, 987, piso G2 (SAC), Tijuca.

Metrô Rio
Em parceria com o Viva Rio, as estações de metrô arrecadam brinquedos novos e usados até o dia 20 de dezembro, que serão doados para instituições cadastradas à ONG. As doações podem ser feitas em oito estações: Siqueira Campos, Glória, Cinelândia, Carioca, Central, Saens Peña, Nova América/Del Castilho e Pavuna.

Supermercados Extra e Pão de Açúcar
730 lojas e 3.000 voluntários participarão deste evento que será realizado dia 7 de dezembro, sábado
Por ocasião das festas de Natal, o Grupo GPA,  donos das lojas dos supermercados Extra e Pão de Açúcar – organiza, com o apoio da Fundação Grupo Casino, a Jornada da Partilha. Neste sábado (7), as lojas do grupo no Rio de Janeiro arrecadarão alimentos para famílias carentes. Para cada dez quilos de alimentos coletados, o Instituto GPA doará um quilo suplementar. A previsão é de que sejam arrecadadas 2000 toneladas de alimentos de primeira necessidade (arroz, feijão, macarrão, óleo, entre outros).

Extra Hipermercado Barra. Avenida das Américas 1.510, Barra da Tijuca. Extra Botafogo. Rua Voluntários da Pátria, 311, Botafogo. Extra Largo do Machado. Largo do Machado, 19/23. Pão de Açúcar Leblon. Rua José Linhares, 245, Leblon. Extra Hipermercado Méier. Rua Dias da Cruz, 371, Méier. 

Bazar solidário Retoke em parceria com a ONG Reação
A marca Retoke realiza, nos dias 7, 15 e 21 de dezembro, um bazar em parceria com a ONG Reação, do ex-judoca Flávio Canto. Além da marca e de outras grifes, haverá peças exclusivamente destinadas à ação. Toda a renda arrecadada com a venda das peças das atrizes Fiorella Mattheis, Thaila Ayalla, Sophie Charlotte, Giovanna Ewbank e Débora Nascimento, além de camisetas com a marca da ONG, será revertida ao projeto esportivo.

7 e 21 de dezembro –  Teatro Odisseia. Avenida Mem de Sá, 66, Lapa. 14 de dezembro –   Mais informações: http://www.fb.com/retoke.loja

Shopping Jardim Guadalupe
O Shopping jardim Guadalupe está realizando a campanha de arrecadação Criança Feliz, Natal Feliz, em benefício da ONG Viva Rio. Até o dia 24/12 o shopping estará recebendo roupas e brinquedos que serão doados às crianças assistidas em várias instituições em comunidades do Rio e Grande Rio.

Avenida Brasil, 22155, Guadalupe.

Saúde Criança
A instituição, que trabalha para reestruturar e promover o autossustento das famílias de crianças em risco social, provenientes de unidades públicas de saúde, promove a campanha de doação Seja Amigo do Saúde Criança em que, com apenas R$ 1,00 por dia, é possível contribuir para a transformação da vida das pessoas atendidas.

Para contribuir, basta entrar no site http://www.saudecrianca.org.br, clicar em como apoiar e escolher o valor mensal a ser doado. Mais informações pelo telefone 2266-1414, ramal 28, ou pelo e-mail vania@saudecrianca.org.br.

Mentes de Ferro
O movimento Mentes de Ferro, que tem como objetivo estimular e unir esporte e sustentabilidade no Rio, promove a campanha Bike Friendly. A ação tem como objetivo receber doações de bicicletas usadas, que serão destinadas ao projeto Escola do Mar, de Rio das Ostras, que dá aulas gratuitas de triatlo para crianças carentes. Quem quiser doar uma bike usada pode ir à loja Decathlon, na Barra da Tijuca, nos dias 7, 10 e 11 de dezembro, onde ganhará um desconto para a compra de uma bicicleta nova, ou combinar a entrega à instituição através do e-mail mentesdeferro@gmail.com.

Decathlon. Avenida das Américas, 2000, Barra da Tijuca.

Shopping Downtown
Em parceria com o Viva Rio, o shopping arrecada doações de brinquedos a partir do dia 9 de dezembro até o final do mês. O depósito de arrecadação ficará no Espaço Cliente, localizado no bloco 17.

Avenida das Américas, 500, Barra da Tijuca.

Conheça também:  Natal sem fome  e o Rio Solidário

A lista acima foi retirada das matérias: Saiba onde fazer doações neste Natal e Papai Noel por um dia, publicadas na edição online da Veja Rio.

 

Os perigos do estresse na infância

Os perigos do estresse na infância

Sempre que pensamos na palavra infância, nos chega à mente aquele estado de brincadeira, alegria e descontração que parece envolver a vida de nossos pequeninos e pequeninas. E risos francos, correrias, balões coloridos e algodão doce complementam nossa imaginação sobre o tema.

Porém, nem tudo é assim tão agradavelmente colorido e doce… A criança, assim como o adulto, está exposta à tensões e especialistas alertam sobre o perigo do estresse na infância.
O assunto é sério e foi abordado no último Congresso da Sociedade Brasileira de Pediatria, realizado recentemente, em outubro.
A entidade já tinha lançado um manual para os médicos sobre a prevenção do problema, que parece cada vez mais corriqueiro.

Na avaliação dos psicólogos,  as  crianças estão expostas a muitas situações estressantes, como agenda cheia de compromissos, pais que  trabalham muito e até a crise econômica pode refletir no lar, sendo facilmente absorvida pelos pequenos.

É essa exposição exagerada e contínua, em um nível que a criança ainda não consegue suportar, que faz mal.
E as consequências dessa sobrecarga já é conhecida por médicos, psicólogos e educadores.  O  estresse tóxico interfere no desenvolvimento cerebral e aumenta o risco de distúrbios do sono, cria dificuldades de aprendizado e problemas de comportamento na infância. E ainda, como alertam os especialistas, no futuro, essas crianças também estão mais sujeitas a sofrer com hipertensão, doenças cardíacas, obesidade e depressão.

O excesso de atividades, a falta de tempo para o ócio e para brincadeiras, assim como a cobrança excessiva em  ambientes competitivos, podem  afetar a autoestima e impactar o desenvolvimento emocional.
Por isso, psicólogos recomendam que pais fiquem atentos aos sinais de que a criança está se sentindo sobrecarregada, como irritabilidade, dificuldades no sono, alterações no comportamento e cansaço excessivo. E, a partir daí, pensar em estratégias para aliviar o peso sob os ombros dos pequenos.
Uma delas é rever hábitos e comportamentos da casa, como  organizar uma rotina mais  saudável, que inclua tempo para brincar, conviver em família e até mesmo fazer nada. Quando a criança passa a receber atenção, carinho e apoio  para lidar com as adversidades da vida, o efeito negativo do estresse tende a ser amenizado.

Esse texto foi redigido  a partir de trechos da matéria Os perigos do estresse tóxico na infância, de  Chloé Pinheiro,  publicado no site  Bebe.com.br , do Grupo Abril, em 30 de outubro de 2017.
Para  ler o texto na integra acessem: Os perigos do estresse tóxico na infância” .

O Blog da Sonho Encantado busca sempre veicular temas sobre o desenvolvimento infantil, abordando aspectos educacionais, da saúde e do comportamento da criança. Acreditamos que assim, além do trabalho desenvolvido em nosso espaço escolar, podemos contribuir com as famílias por meio de boa informação e trazendo questões pertinentes ao universo da criança.

 

 

 

 

Olimpíada do voluntariado: a solidariedade em forma de brincadeiras

Olimpíada do voluntariado: a solidariedade em forma de brincadeiras

Disputar, superar, vencer…   Geralmente as competições esportivas são marcadas por estas três palavras.  A superação dos limites é um dos motivadores da prática esportiva, seja amadora ou profissionalmente.

Mas na Creche Sonho Encantado, o esporte e a motivação ganham um novo significado: a solidariedade.  Por isso, em setembro,  a escola realizou a sua XVII Olimpíada do Voluntariado.   

A Olimpíada do Voluntariado (OVO, como é divulgada internamente), mescla atividades esportivas realizadas pelas crianças e atividades prévias para as famílias, com o objetivo de captar doações para instituições de caridade e assim alinhar o espírito esportivo à importância de fazer o bem. Dentre as organizações beneficiadas estão a Associação Beneficente de Combate ao Câncer (RIO-ABRACE), Instituição Lar Maria de Lourdes, Casa São Roque, Casa de Jesus, Creche Comunitária Nossa Senhora Aparecida e Hemorio.

A cerimônia de abertura da XVII Olimpíada do Voluntariado foi no dia 25 de setembro, com todos os ingredientes de uma verdadeira olimpíada:  o desfile e o entusiasmo dos participantes, a tocha e a pira olímpica.  Já  a culminância do projeto ocorreu no dia 29 de setembro, com a animada Gincana Cultural e a esperada entrega das medalhas.

 

IMG_0805

 

Para a competição, a  escola foi  dividida em duas  grandes equipes:  azul e amarela, envolvendo alunos do Berçário ao 1º Ano.
As “provas esportivas” da nossa XVII Olimpíada do Voluntariado foram planejadas em acordo com as habilidades corporais e a compreensão das regras para cada faixa etária, respeitando-se sempre o desenvolvimento das turmas e as características dos indivíduos.
A torcida para as equipes foi um show à parte, e nossos pequeninos e pequeninas vibraram muito com provas como: corrida com obstáculos; boliche, encher o saco com bolas, chute a gol e estafeta, entre outras.

Com as famílias, que participaram através da gincana de doações, pudemos arrecadar alimentos não perecíveis, fraldas descartáveis infantis e geriátricas, material de limpeza, material escolar e a doação de sangue.

Ao final e mais uma vez, a Olimpíada do Voluntariado mostrou às crianças e aos seus familiares que a superação de limites, a motivação e o esforço, tão presentes no mundo esportivo, podem ser, também, a força motriz para ações de solidariedade.

Generosidade e cidadania andam juntas, por isso  a Olimpíada do Voluntariado  faz parte do nosso projeto pedagógico. Para nós, isto é educação por inteiro.

 

 

EDUCANDO COM DIÁLOGO

EDUCANDO COM DIÁLOGO

Muitas mães se sentem receosas na hora de educar os filhos.
Um dos motivos é o medo  de aparentar para o filho que não o ama, além das situações extremas – ser dura ou negligente demais – reforçam ainda mais essa insegurança.

Apesar de as crianças costumarem testar os limites impostos pelos adultos, lembre-se que o diálogo é sempre a melhor saída.

É preciso explicar à criança o porquê de uma determinada atitude ser errada.  A conversa faz com que o filho se alie aos pais e siga as diretrizes determinadas.

A regra para educar é simples: com carinho e firmeza, explicando as regras e seus motivos. Nada de ameaças, nem de bater, sugerem os especialistas em psicologia e desenvolvimento infantil.

Mas é preciso ter em mente que nem sempre o diálogo sozinho resolve, porque os filhos tendem a verificar se a regra vale mesmo. Então, em algumas ocasiões, além da conversa, é preciso cobrar as consequências dos atos.

Os pais também devem se conscientizar de que é importante reconhecer o momento de ceder. Algumas vezes é preciso conversar mais do que punir. Saber por que a criança desobedeceu, se ela compreendeu bem a regra, se houve algo que a impediu de fazer o combinado. Punir sem entender a situação pode causar o efeito contrário.

Outra dúvida que muitas mães têm é sobre o momento de aplicar o castigo. Para os psicólogos, o castigo mais eficiente é aquele que é cobrado na hora e que tenha correlação com o que desencadeou a punição.  Os especialistas também ressaltam que uma bronca não tem nada a ver com amor, e brigar não ameaça de modo algum o que os pais sentem pelos filhos.

Para crianças mais inseguras, os psicólogos orientam dizer aso filhos algo como:  “fiquei brava, mas continuo te amando, uma coisa não tem nada a ver com a outra”.

Outra recomendação importante: o famoso tapinha no bumbum não pode, agora é lei. Bater não adianta tanto quanto os pais pensam, só alivia a raiva de quem bate.
Para educar é preciso paciência e perseverança.